LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


23/04/2017

LISTA 01 – Relações (interações) Ecológicas: Colônia- (AULA 02)



Fala galera, tudo bem? Continuando os nossos estudos sobre as relações ecológicas entre os seres vivos. Vamos continuar hoje com - Relações intra-específicas:  Entre indivíduos da mesma espécie. E continuando com as  Relações harmônicas, ou seja, aquelas onde há benefícios para as duas partes envolvidas ou benéfica para uma parte e indiferente para outro.
- Hoje vamos tratar da Colônia - Show?

OBJETO DO CONHECIMENTO
RELAÇÕES INTRAESPECÍFICAS
Relações - harmônicas:  Colônia

Colônias são associações harmônicas entre indivíduos de uma mesma espécie, anatomicamente ligados, que em geral perderam a capacidade de viver isoladamente. A separação de um indivíduo da colônia determina a sua morte.

Principais características:
- Associação anatômica entre indivíduos da mesma espécie, formando uma unidade estrutural e funcional. Ou seja, indivíduos de mesma espécie unidos fisicamente (grudados) cooperam.
- Vivem agrupados interagindo de forma mutuamente vantajosa.
- Não é obrigatória.

Ex. corais, caravelas, algas, bactérias, protozoários,...  e alguns animais como: pinguins, suricatas, leões-marinhos, bois-almiscarados, etc.

Galera! Nós temos dois tipos de colônia: as isomorfas e as heteromorfas

b.1)  Colônias Isomorfas:
A palavra  Isomorfas: vem do latim, "Iso" que significa "mesmo", "igual", e "Morfa" que é "forma". Ou seja, são indivíduos de mesma forma, mesmo aspecto físico, ou seja, indivíduos com morfologia e funções semelhantes,
Quando as colônias são constituídas por organismos que apresentam a mesma forma, não ocorre divisão de trabalho. Todos os indivíduos são iguais e executam todas as funções vitais. Essas colônias são denominadas homomorfas ou isomorfas. Como exemplo, podem ser citadas as colônias de corais (celenterados), de crustáceos do gênero Balanus (as cracas), de certos protozoários, bactérias, etc.
• As  bactérias do gênero Streptococcus: que são responsáveis por doenças como pneumonia e infeções na garganta. Essas colônias são relativamente simples quando comparada às heteromórficas.

                                               
 Outro exemplo são os leões-marinhos formam colônia para se reproduzirem e defenderem as crias dos predadores.

         
 O coral é outro exemplo de colônias isomórficas. Os corais, que são formados por vários cnidários em forma de pólipos que constroem um esqueleto de carbonato de cálcio à sua volta.
                                              
Eles são responsáveis pela formação de vários recifes existentes no mundo, locais que abrigam uma grande quantidade de seres vivos. O maior coral do mundo, conhecido como a Grande Barreira de Corais, tem dois mil quilômetros de extensão e localiza-se na costa de Queensland, na Austrália. .
Algas de água doce do gênero Volvox também é outro exemplo de colônias isomórficas eles podem estar reunidos mais de 1.000 indivíduos unicelulares biflagelados e sem flagelos. Os indivíduos biflagelados ficam dispostos lado a lado, formando uma esfera oca, que é preenchida pelos indivíduos sem flagelos. Enquanto os indivíduos flagelados, que formam a porção periférica da colônia, ficam responsáveis por sua movimentação, os sem flagelo podem originar, por reprodução assexuada, outros indivíduos.
Os bois-almiscarados também é um desse tipo de colônia eles agrupam-se com o objetivo de se defenderem dos predadores. Os machos alinham-se em volta das fêmeas e das crias a fim de afastar predadores.
Esponjas, são outro tipo de colônia isomorfas, na verdade elas são chamadas de poríferos, ou seja, os poríferos são esponjas, animais aquáticos que quase não se movimentam. Seu corpo é preenchido por inúmeros poros e se alimentam por meio da filtração.
 (esponjas)                                               
Para sobreviver eles costumam viver em colônias, como você já sabe numa colônia de poríferos, não temos somente um poríferos, mas um grupo de poríferos vivendo juntos, com ligação corporais, formando uma unidade estrutural e funcional.
   
No caso das espojas não tem como você saber qual desses poríferos gerou os demais, é muito difícil você distinguir um indivíduo do outro. Esse tipo de colônia são formadas por indivíduos clonados, porque sua expansão se dar a partir de brotamento de um desses poríferos, onde cada broto vai ter o mesmo material genético, e juntos eles vão construindo ou conquistando seu espaço e ao mesmo tempo combatendo seus inimigos naturais. A esponja por exemplo, libera uma substância desagradável com um cheiro podre que afugenta peixes predadores protegendo-as desses seus predadores naturais.

b.2)  Colônias heteromorfas


A palavra Heteromorfas: vem do grego, "Hetero" que significa  diferente, outro, e "Morfa" que é "forma". Ou seja, são indivíduos da mesma espécie mas com forma diferente, não possuem o mesmo aspecto físico. Ou seja, que diz-se do que apresenta formas diferentes da mesma espécie

Quando as colônias são formadas por indivíduos com formas e funções distintas, ocorre urna divisão de trabalho. Essas colônias são denominadas heteromorfas. Um ótimo exemplo é o celenterado da espécie Phisalia caravela popularmente conhecida por "caravelas". Elas formam colônias com indivíduos especializados na proteção e defesa (os dactilozóides), na reprodução (os gonozóides), na natação (os nectozóides), na flutuação (os pneumozóides), e na alimentação (os gastrozóides).

As colônias heteromorfas apresentam indivíduos com morfologia e funções bem distintas.
A caravela-portuguesa (Physalia physalis) é um exemplo deste tipo de colônia.  
                                              
Obelia  é o outro exemplo, de tipo de colônia heteromorfas, ela é um tipo de cnidário do gênero Obelia é constituído por diferentes pólipos:
- uns especializados na reprodução (originando outros indivíduos por brotamento),
- outros na alimentação e os outros na defesa.

Colônias deste tipo, com indivíduos altamente integrados e com tamanho nível de especialização de funções, acabam se comportando como órgãos de um único organismo.
                                               
OBSERVAÇÃO: tanto a sociedade quanto a colônia tratam-se de uma Cooperação:  





EXERCÍCIOS RESOLVIDOS
1ª Questão:(UFPI-adaptada) Dos tipos de relações ecológicas seguintes, o único que ocorre exclusivamente entre organismos da mesma espécie é:
a) Inquilinismo;
b)  Herbivoria;
c)   Mutualismo;
d)  Sociedade;
e)  Parasitismo.
letra d

Na biologia, as relações ecológicas são divididas em relações ecológicas interespecíficas e relações ecológicas intraespecíficas. As relações ecológicas interespecíficas se estabelecem entre indivíduos de espécies diferentes, enquanto que as relações ecológicas intraespecíficas se estabelecem entre indivíduos da mesma espécie. Inquilinismo, herbivoria, mutualismo e parasitismo são exemplos de relações ecológicas interespecíficas, ou seja, ocorre entre indivíduos de espécies diferentes. Sociedades, colônias e competição intraespecífica são exemplos de relações ecológicas intraespecíficas, concluindo então que a resposta correta é a letra dsociedade.

2ª Questão:  Observe atentamente as relações ecológicas citadas a seguir e marque a alternativa que indica corretamente um exemplo de relação intraespecífica.

a) Predação de um inseto por um louva-a-deus.
b) A simbiose dos líquens.
c) Relação entre o caranguejo-paguro e as anêmonas-do-mar.
d) Piolhos e os homens.
e) Colônias de corais.

Alternativa “e”. As colônias de corais caracterizam uma colônia isomorfa em que diversos cnidários da mesma espécie estão unidos fisicamente e não é possível observar diferença entre os diversos indivíduos.

3ª Questão:  A caravela-portuguesa, apesar de parecer apenas um único indivíduo, é formada por vários cnidários da mesma espécie. Cada um desses indivíduos está relacionado com uma determinada função, existindo aqueles relacionados com a reprodução, alimentação e proteção.

A caravela-portuguesa é um exemplo de qual relação ecológica?

a) Sociedade.
b) Colônia.
c) Comensalismo.
d) Amensalismo.
e) Competição.
Alternativa “b”. As caravelas-portuguesas são um exemplo de colônia, uma vez que vários indivíduos estão unidos entre si e apresentam divisão de trabalho.



4ª Questão:  As abelhas são animais que vivem em colmeias e apresentam divisão de trabalho e um certo grau de cooperação. Em uma colmeia, podemos identificar diferentes indivíduos: as rainhas, as operárias e os zangões.
Entre as alternativas a seguir, marque o nome da relação ecológica realizada pelas abelhas.

a) Colônia;
b) Sociedade.
c) Mutualismo.
d) Amensalismo.
e) Comensalismo.

Alternativa “b”. As abelhas vivem em sociedade, ou seja, formam um grupo de indivíduos da mesma espécie que não estão ligados anatomicamente e cooperam entre em si em prol da sobrevivência de todos.

5ª Questão: Quando temos organismos da mesma espécie que trabalham unidos para o bem do grupo, temos um tipo de relação intraespecífica harmônica. Os agrupamentos que se caracterizam por possuírem divisão de trabalho, sistema de classes e indivíduos que apresentam relativa independência e mobilidade recebem o nome de:

a) colônia.
b) sociedade.
c) mutualismo.
d) protocooperação.

Alternativa “b”. Em uma sociedade, indivíduos da mesma espécie apresentam grau de cooperação, divisão de trabalho e diferenças entre classes. Um exemplo de sociedade são as abelhas, em que é possível observar uma rainha, as operárias e os zangões trabalhando juntos em prol dessa sociedade.




6ª Questão:  (Fatec-SP) Abelhas apresentam três castas sociais: as operárias, fêmeas estéreis que realizam o trabalho da colmeia, a rainha e o zangão, encarregados da reprodução. Essa divisão de trabalho caracteriza:

a)  Sociedade isomorfa com relações intraespecíficas harmônicas;
b)  Sociedade heteromorfa com relações intraespecíficas harmônicas;
c)  Colônia heteromorfa com relações interespecíficas harmônicas;
d)  Colônia isomorfa com relações interespecíficas harmônicas;
e)  Colônia heteromorfa com relações intraespecíficas harmônicas.

letra b

São classificadas como relações ecológicas intraespecíficas:

→ Colônias: indivíduos de uma mesma espécie que vivem agrupados, atuando sempre em conjunto, sendo que em algumas colônias há a divisão de trabalho;

→ Sociedades: são definidas como sendo um agrupamento de indivíduos da mesma espécie que apresentam cooperação, comunicação e divisão do trabalho, como ocorre na sociedade das abelhas, das formigas e dos cupins;

→ Competição intraespecífica: os indivíduos competem pelos mesmos recursos oferecidos pelo meio;

→ Canibalismo: um indivíduo da mesma espécie mata e devora outro indivíduo também da mesma espécie;

→ Relações positivas ou harmônicas: são assim chamadas por não causarem prejuízos para nenhuma população e nem para os indivíduos associados;

→ Colônias e sociedades isomorfas, homotípicas ou homeomorfas: entre os indivíduos não há diferenças morfológicas, nem divisão de trabalho;

→ Colônias e sociedades heteromorfas, heterotípicas ou polimorfas: há diferenciação morfológica e divisão de trabalho entre os indivíduos.

Diante do explicado anteriormente, podemos concluir que as abelhas são insetos da mesma espécie que vivem em sociedade, são heteromorfas por possuírem diferenças morfológicas e apresentam relação intraespecífica harmônica por não causarem prejuízos a outros indivíduos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...