LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


14/02/2013

ESTRUTURA GEOLÓGICA BRASILEIRA





Objetivos da aula
1) Apresentar as principais características do arcabouço geológico brasileiro;
2) Conhecer a distribuição das grandes estruturas geológicas do território brasileiro;
3) Compreender que a estrutura geológica é a base de um território, pois corresponde à sua composição rochosa e está ligada ao surgimento de minérios metálicos;
4) Conhecer a distribuição dos minérios metálicos no território brasileiro e relacioná-los com o arcabouço geológico brasileiro.


Fala galera! tudo bem! na nossa aula de hoje vamos falar sobre um assunto muito cobrado nos vestibulares brasileiros que é a estrutura geológica brasileira! OK!! Então Vamos lá!!
 
Na aula de hoje vamos revisar um assunto que pode ser cobrado no ENEM desse ano, trata-se da estrutura geológica Brasileira. 

É muito comum nos vestibulares e no ENEM relacionarem essa parte da geografia física com o uso do espaço pelo homem e aproveitamento econômico desse tipo tipo de recurso natuarais.



(Enem): As plataformas ou crátons correspondem aos terrenos mais antigos e arrasados por muitas fases de erosão. Apresentam uma grande complexidade litológica, prevalecendo as rochas metamórficas muito antigas (Pré-Cambriano Médio e Inferior). Também ocorrem rochas intrusivas antigas e resíduos de rochas sedimentares. São três as áreas de plataforma de crátons no Brasil: a das Guianas, a Sul-Amazônica e a do São Francisco.
ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 1998.
 
As regiões cratônicas das Guianas e a Sul-Amazônica têm como arcabouço geológico vastas extensões de escudos cristalinos, ricos em minérios, que atraíram a ação de empresas nacionais e estrangeiras do setor de mineração e destacam-se pela sua história geológica por: 

A) apresentarem áreas de intrusões graníticas, ricas em jazidas minerais (ferro, manganês).
B) corresponderem ao principal evento geológico do Cenozoico no território brasileiro.
C) apresentarem áreas arrasadas pela erosão, que originaram a maior planície do país.
D) possuírem em sua extensão terrenos cristalinos ricos em reservas de petróleo e gás natural.
E) serem esculpidas pela ação do intemperismo físico, decorrente da variação de temperatura.
 

A alternativa correta é a letra:A

GEOGRAFALANDO COMENTA:

As regiões cratônicas das Guianas (no norte do território nacional) e a Sul-Amazônica destacam-se pela presença de ricas jazidas minerais, como o manganês explorado na Serra do Navio (AP) e o ferro na Serra dos Carajás (PA) dentre outras províncias mineralógicas exploradas na região.

 

E o que é que você precisa saber sobre esse assunto para se dá bem no ENEM?

A primeira dica (informação) conhecer e saber quais são as características gerais do arcabouço geológico brasileiro:

1ª = O território brasileiro, de um modo geral, é constituído de estruturas geológicas muito antigas. e desgastada (erodida). 

2ª = No território brasileiro encontramos apenas duas das três formas de estruuras geológicas: os escudos cristalinos (blocos cratônicos) e as bacias sedimentares. Não existem DOBRAMENTOS MODERNOS.  


3ª = O arcabouço geológico brasileiro está dividido dá seguinte forma:

64% constituído por bacias sedimentares
(há controvérsias que são apenas 60% e os 4% restante de terrenos vulcânicos como o do planalto meridional região sul e sudeste do país ) 

36% constituído por escudos cristalinos 


Essa formação ocorreu no período pré-cambriano. Ela apresenta composição diferente conforme os terrenos arqueozoicos (32% do território nacional) e proterozoicos (4% do território). No primeiro é possível encontrar rochas como o granito, gnaisses, grafita e elevações como a serra do Mar. Sua formação é a mais antiga, apresentando pequena riqueza mineral. Já nos terrenos proterozoicos, há rochas metamórficas que formam jazidas minerais (ferro, níquel, chumbo, ouro, prata, diamantes e manganês). A serra dos Carajás, no estado do Pará, é um terreno proterozoico.


4ª = Existem diferentes idades entre formas de estrutura geológicas existentes no território brasileiro .   
 
Sobre o aproveitamento econômico dos escudos cristalinos (blocos cratônicos) no arcabouço geológico brasileiro corresponde os terrenos originalizados com a gêneses das primeira rochas que formaram a superfície terrestre nas quais formaram os ESCUDOS CRISTALINOS brasileiros.  dos 36% que correspondente ao território brasileiro  dessas formações datam ao pré-cambriano(arquezóica e proterozóico ) o que significa idade acima de 570 milhões de anos.  

Era Arqueozóica: Dessa Era correspondem cerca de 32% do território brasileiro. Esses terrenos, os mais antigos do país, são constituí­dos por rochas magmáticas intrusivas ou internas (como o granito) e metamórficas (como o gnaisse) e formam o chamado Embasamento ou Complexo Cristalino Brasileiro.

Era Proterozóica: 4% são terrenos em que predominam as rochas metamórficas. Possuem grande importância econômica porque neles se localizam as principais jazidas de minerais metálicos do país. É o caso das jazidas de ferro do Quadrilátero de Ferro (MG), da Serra dos Carajás (PA) e do Maciço de Urucum (MS); das jazidas de manganês da Serra do Navio (AP); da bauxita de oriximiná (PA); da cassiterita de Rondônia.

Podemos também considerar os escudos cristalinos em dois grandes blocos: 
- o Escudo das Guianas, situado ao norte, e
- o Escudo Brasileiro, que abrange as porções central, leste e sul do país e se encontra subdividido em várias partes denominadas núcleos ou escudos propriamente (Sul-Amazônico, Atlântico, Uruguaio-Sul-Rio-Grandense).

Sobre o aproveitamento econômico das Bacias Sedimentares no arcabouço geológico brasileiro se destacam as de formação antiga eras Paleozóica e Mesozóica (o que significa entre 570 milhões e 225 milhões de anos) onde abrigam jazidas minerais usadas como fontes de energia, como o petróleo, gás natural e carvão mineral, sendo este último raro no país, aparecendo apenas em terrenos permocarboníferos (períodos carbonífero e Permiano), na região Sul do país, contudo esse minério que é extraído não possui boa qualidade, pois apresenta baixo poder calórico e quantidade de cinza elevada. Por essa razão não possui viabilidade quanto à sua utilização como fonte de energia e matéria-prima nas siderúrgicas. 

Controvérsia: embora seja encontramos em grande abundância na região Sul. É apenas as jazidas em Santa Catarina onde é realizada a maior produção de carvão, devido nessa jazida o minério ser de melhor qualidade e por isso ser totalmente aproveitado pelas indústrias siderúrgicas, geralmente localizadas na região Sudeste.

Já o petróleo está presente em quase todo o litoral brasileiro, junto a costa marítima, principalmente na bacia de Santos (SP), de Campos (RJ), no Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Pará e Amazonas (foz do rio amazonas). Outra característica de destaque das bacias sedimentares brasileiras é que durante a era mesozóica, quando da formação da Bacia Sedimentar do Paraná, ocorreu uma intensa atividade vulcânica com extravasamento de magma, formando grande quantidade de rocha basáltica, cuja decomposição originou a terra roxa, solo extremamente fértil, que determinou a vocação agropecuária do oeste do Estado de São Paulo e norte do Paraná.


Observe os mapas que se seguem:





Exercícios de Aula:

01- No que diz respeito à estrutura geológica brasileira, considere as afirmações abaixo:

I- Há predomínio de bacias sedimentares (64% do território) cuja importância econômica está associada à exploração de jazidas de carvão mineral e petróleo.

II- O derrame vulcânico da era paleozóica que atingiu áreas das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, quando sofre a ação do intemperismo, dá origem a um solo bastante fértil, a terra roxa.

III- Há dois escudos, o brasileiro e o das guianas, onde são encontradas importantes jazidas de minerais, tais como ferro, manganês, ouro, entre outros.

São corretas as informações:

a) todas                   b)I e II           c) II apenas
d) II e III                e)III apenas

02. UEL) A estrutura geológica do Brasil é composta por:

I. Escudos cristalinos, muito antigos, de rochas rígidas e resistentes que originaram planaltos e algumas depressões, compondo 1/3 do território nacional.
II. Bacias sedimentares compostas de rochas sedimentares que originaram as planícies, planaltos sedimentares ou depressões, ocupando cerca de 64% do total do país.
III. Dobramentos modernos que originaram planaltos e relevos montanhosos, formados no Terciário, ocupando cerca de 30% do território nacional.
IV. Escudos cristalinos recentes, pouco desgastados por processos erosivos, que deram origem às formas de relevo no qual predominam os planaltos montanhosos distribuídos por quase todo o território nacional.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
03. (UERJ) A crosta terrestre é formada por três tipos de estruturas geológicas, caracterizadas pelos tipos predominantes de rochas, pelo processo de formação e pela idade geológica. Essas estruturas são os maciços cristalinos, as bacias sedimentares e os dobramentos modernos. Sobre esse assunto, é CORRETO afirmar:

a) os maciços antigos ou escudos cristalinos datam da era pré-cambriana, são constituídos por rochas sedimentares e são ricos em jazidas de minerais não metálicos.

b) as bacias sedimentares são formações muito recentes, datando da era quaternária, ricas em minerais energéticos e com intenso processo erosivo; constituem 64% do território brasileiro.

c) os dobramentos modernos, resultantes de movimentos epirogenéticos, são constituídos por rochas magmáticas, datam do período terciário e são ricos em carvão e petróleo, como os Andes, os Alpes e o Himalaia.

d) as principais reservas petrolíferas e carboníferas do mundo encontram-se nas bacias sedimentares, enquanto minerais como ferro, níquel, manganês, ouro, bauxita etc. são encontrados nos maciços cristalinos; os dobramentos modernos constituem áreas de intenso vulcanismo.

04. (Uece) Tratando-se da estrutura geológica do Brasil, todas as afirmações a seguir são verdadeiras, EXCETO:

a) as grandes estruturas do país são formadas por escudos cristalinos e por bacias sedimentares
b) a parte central da Amazônia é formada por rochas que compõem uma extensa bacia sedimentar
c) recursos naturais como petróleo, gás natural e carvão mineral ocorrem nos escudos cristalinos
d) as grandes reservas de águas subterrâneas se localizam em rochas porosas das bacias e coberturas sedimentares.



05. (Ufpel 2007) Relevo é o conjunto de diferentes formas apresentadas pela superfície terrestre, as quais são definidas pela estrutura geológica a partir da combinação de ações da dinâmica externa e interna da Terra.
Com base no texto anterior e em seus conhecimentos, é correto afirmar que

a) as modificações ocorridas no relevo brasileiro devem-se à intensa atividade geológica interna no passado, como vulcanismo, terremoto e dobramentos, verificadas no Brasil.

b) considerando que planícies são relevos em construção e planaltos relevos em destruição, no caso brasileiro, não devemos levar em conta os processos que os constituíram para tal classificação.

c) o clima tipicamente quente e úmido do Brasil não condiciona os mecanismos externos de atuação do intemperismo e da erosão sobre as rochas cristalinas e sedimentares.

d) o relevo não exerce influência sobre a pecuária e as atividades agrícolas no caso brasileiro, por sua característica de baixas altitudes.

e) predominam baixas altitudes no relevo brasileiro, e isso se deve à inexistência de dobramentos modernos durante o período terciário.

06 - (Puccamp) Não, é nossa terra, a terra do índio. Isso que a gente quer mostrar pro Brasil: gostamos muito do Brasil, amamos o Brasil, valorizamos as coisas do Brasil porque o adubo do Brasil são os corpos dos nossos antepassados e todo o patrimônio ecológico que existe por aqui foi protegido pelos povos indígenas. Quando Cabral chegou, a gente o recebeu com sinceridade, com a verdade, e o pessoal achou que a gente era inocente demais e aí fomos traídos: aquilo que era nosso, que a gente queria repartir, passou a ser objeto de ambição. Do ponto de vista do colonizador, era tomar para dominar a terra, dominar nossa cultura, anulando a gente como civilização.
(Revista "Caros Amigos". ano 4. nŽ. 37. Abril/2000. p. 36).

Objeto de ambição, eis uma expressão que cabe perfeitamente quando nos referimos ao subsolo brasileiro. Explica a afirmação, dentre outras causas,

a) a extensa área de terrenos pré-cambrianos ricos em minérios.
b) a ocorrência de combustíveis fósseis no escudo cristalino.
c) a baixa altimetria, responsável pela concentração mineral.
d) a ausência de alterações geológicas desde o Mesozóico.
e) os vários períodos de glaciação durante o Cenozóico.

Fim!!!

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...