LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


11/01/2013

ESPAÇO GEOGRÁFICO BRASILEIRO: A ESTRUTURA ECONOMICA



Fala galera!! Tudo bem! Em nossa aula de hoje vamos tratar de um assunto muito importante para compreender a conjuntura atual da geopolítica que o Brasil está inserido. Para entendermos a atual conjuntura econômica precisamos entender primeiro como se deu esse processo, ou seja, como o espaço geográfico brasileiro originou-se. 

NOÇÕES PRELIMINARES:
até o início do século XX, o território brasileiro podia ser descrito como um arquipélogo econômico, macardo pela fragmentação espacial. As atividades econômicas eram organizadas em torno de pólos ou regiões e de seu produto de exportação. Nessa situação, as economias regionais pouco se articulavam entre si.
EXEMPLIFICANDO:
É o caso da economia açucareira do Nordeste, a coleta de drogas do sertão, a extração de borracha no Norte e cafá no Sudeste.

CONTEXTUALIZANDO:
A estrutura de arquipélogo foi sendo progressivamente superada pela formação de uma economia nacional integrada, em grande parte resultante dos seguintes fatores:

-Políticas de industrialização implementadas a partir da década de 1930;
-Expansão dos investimentos estrangeiros, que passaram a formar redes de alcance nacional(exemplificar com linhas de montagem de automoveis 1960)
- Incremento das trocas comerciais entre as regiões.


Bem pessoal!! As análises econômicas da estrutura econômica do espaço geográfico brasileiro demonstram que atualmente este está organizado segundo o modelo centro- periférico característico da atual fase do sistema capitalista.

CENTRO: é formado pelas duas metrópoles globais e nacionais:
- São Paulo
- Rio de Janeiro

PERIFERIA: é formado pelas demais pelas metrópoles regionais brasileiras.

- Metrópoles regionais: constituem o segundo nível da gestão territorial, e exercem influência na macrorregião onde se encontram. São metrópoles regionais Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Porto Alegre, Recife e Salvador
  
OBSERVAÇÃO: Em relação a Rio e São Paulo o importante a saber nesse processo como foi que essas duas cidades chegaram a configuram o centro da economia brasileira em termos econômico, culturais e educacionais.

a) Aspecto econômico: O eixo Rio - São Paulo foram gradativamente se efetivando como área mais expressiva do país do ponto de vista econômico.

Agora é importante que você entenda como essa configuração teve origem. E que nem sempre  modelo de estrutura econômica foi configurado assim. 

CONTEXTUALIZANDO:

A partir do final do século XVII, como decorrência da corrida do ouro, a porção mais interior do espaço do sudeste brasileiro começou a ser ocupada e organizada, já que a área povoada do território brasileiro restringia a área litorânea (Vitória - ES à São Vicente - SP).

Com a descoberta do OURO (1690) e depois dos DIAMANTES (1729), expectativas de enriquecimento rápido passou a atraíram grande número de pessoas para a região das Minas Gerais. Essa  atividade estendeu-se por todo  o século XVIII. (OBS. Atividades  secundárias: comercio e a agricultura)

IMPORTANTE: Durante praticamente todo o século XVIII, a mineração constituiu a principal atividade econômica da colônia fazendo com que o sudeste assumisse o comando da economia colonial brasileira.

Isso implicou na transferência da capital do Brasil em 1763, que er salvador (Bahia) para o rio de Janeiro que reunia as condições ideais de clima e solo para o desenvolvimento do novo produto: o café.


O surgimento de um novo produto econômico na região sudeste nas primeiras décadas do século XIX foi o motor, o dinamizador da integração da economia nacional. Qual foi esse produto?

Foi o CAFÉ!!!!

CONTEXTUALIZANDO:  quando a atividade mineradora começou a declinar, e o açúcar e o algodão perdiam competitividade no mercado externo, um novo produto agrícola "O CAFÉ" veio fortalecer ainda mais o crescimento e a estruturação dessa região.
 
Quando: No final do século XVIII e inicio do século XIX, expandindo-se para São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo.

BEM PESSOAL!!! A atividade cafeeira teve inicio no Rio de Janeiro, 

IMPORTANTE SABER:
A nova atividade proporcionou vários benefícios a região Sudeste em particular à São Paulo.

E QUAIS FORAM ESSES BENEFÍCIOS PESSOAL!!!???

- Criação de inúmeras ferrovias e estradas foram abertas para o escoamento da produção CAFEEIRA até o porto de Santos e do Rio de Janeiro;
- Com o fim da escravidão veio para o Sudeste quase 5 milhões de imigrantes(trabalhar nas fazendas de café);
- Os Barões do café conseguiram acumular capital(que mais tarde será usado na implantação da atividade industrial no Brasil).

Declínio do café e o surgimento da industria brasileira
CAUSAS (FATORES):
- Crise de 1929: que afeto de cheio a economia brasileira. Porquê?
   Dependência da venda exclusiva de produto agrícola e de minérios para o exterior;
   Necessidade da compra de produtos industrializados. 


Esses dois fatores dentro da crise de 1929 obrigou o governo brasileiro e os ricos comerciantes do SUDESTE a investirem seus capitais na atividade industrial.

ATIVIDADE INDUSTRIAL:
CONTEXTUALIZANDO: A partir da década de 1930, a importância do café na economia do Brasil começou a diminuir em razão da crise de 1929, que afetou brutalmente a comercialização do produto, principalmente por depender das exportações para os EUA. Isso fez com que o governo nacional criasse políticas econômicas nacionais que passaram a incentivar os setores privados locais a investirem seus capitais na atividade industrial, onde tal processo se deu em torno das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro

POR QUE?
FATORES (MOTIVOS)
- O acúmulo de capital, proporcionado pelo cultivo do café;
- A rede ferroviária  existente usada para o escoamento da produção do café, no caso serviria para o escoamento da produção industrial;
- A modernização dos pontos de Santos e do Rio de Janeiro;
- Mão de obra qualificada dos imigrantes(trabalhadores usados na cafeicultura já conheciam o trabalho operário nas industria européias)
- Crescimento do mercado consumidor local(urbano);

OBSERVAÇÃO: Estes foram os fatores fundamentais para a implantação e posterior desenvolvimento da atividade industrial, sob o comando de São Paulo.

Podemos então concluir que a integração econômica, da forma como está organizado a atual do espaço brasileiro ainda guarda heranças das diversas atividades econômicas que sucederam na história do país. Muitas áreas se desestruturaram com o declínio dessas atividades, gerando desiquilíbrios regionais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...