LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


19/11/2012

Projeções Cartográficas: Norções Gerais



Olá meus amigos hoje o nosso assunto de estudo é Projeções Cartográficas.
Projeções cartográficas não é um dos assuntos mais agradável, mas é um conteúdo muito cobrado nos vestibulares.
Vocês vão ver que isso é verdade. Basta vocês consultarem as últimas provas dos principais vestibulares do país.
A cartografia de hoje é a que nasceu lá nos anos 90.OBSERVE A IMAGEM:
A CARTOGRAFIA DE HOJE É
- É aquela baseada na moderna informática.
- feita a partir das Imagens de satélite.
 Foto: Inpe/Divulgação
Essa tecnologia proporcionou uma verdadeira revolução na cartografia, contudo mesmo com essa mais moderna tecnologia a  cartografia de hoje convive com o mesmo  problema que ela convivia à séculos atrás. E Qual é esse problema??
 
As projeções são as adaptações feitas para representar a superfície da Terra (esférica) num plano.

Lembre-se que todas as projeções apresentam deformações, que podem ser maiores ou menores e em partes diversas do mapa. Como assim?

Bem, Pessoal !!

Veja a gravura ao lado: 

Agora existe um problema nisso???! 


Qual?? DISTORÇÃO NA PROJEÇÃO DA REALIDADE NO MAPA.
Assim: uma projeção cartográfica nada mais é do que o resultado de um conjunto de operações que permite colocar no plano, fenômenos inscritos numa esfera ou, no caso da Terra, num geóide, que é a forma específica do nosso planeta.


As projeções cartográficas, podem ser classificadas em três categorias principais, ou seja, EXISTEM TRÊS TIPOS GERAIS DE PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS, dependendo da figura geométrica empregada em sua construção:  Cilíndricas, Cônica e Azimutal:


a) Cilíndricas  
 São projeções em que o globo é envolvido por um cilindro, posteriormente é determinado um mapa, essa projeção determina algumas características como:
 - Paralelos e meridianos em linha retas e perpendiculares;
 - Á medida que se aproxima dos pólos, ocorre maior distorção da representação;
 - O único local que conserva as dimensões originais do paralelo do Equador (local de
contato);
 - É muito utilizado como planisfério (representação total da terra).
Ela é ideal para representar a região equatorial. É muito utilizado na confecção do mapa mundi e de áreas como o Brasil ou o continente africano.


OBSERVAÇÃO:


- CONFORME (mantém a mesma forma):
• Ausência de deformação angular
• A forma ou fisionomia dos elementos desenhados no mapa mantém-se igual a da
superfície terrestre, porém a área é alterada.
• Caso da projeção de Mercartor (exemplo da Groenlândia) – mantém as formas mas distorce as áreas
OBSERVAÇÃO
 
IMPORTANTE:  Foi MERCATOR que sugeriu a primeira técnica de cartografar o globo terrestre:

Esta representação é obtida com a projeção da superfície terrestre, com os paralelos e os meridianos, sobre um cilindro em que o mapa será desenhado.

Ao ser desenrolado, apresentará sobre uma superfície plana todas as informações que para ele foram transferidas.

Nem todas as projeções cilíndricas são iguais. A projeção cilíndrica conforme conserva a forma dos continentes, direções e  ângulos, mas altera a proporção das superfícies, como é o caso da primeira projeção elaborada por Mercator.

Gerard Mercator (1512-1594) desenvolveu seu trabalho, durante as grandes navegações do século XIV. Do continente europeu partiram navios para a África, América e Ásia. A projeção é a mais apropriada à navegação marítima e mostra uma visão eurocêntrica do mundo.


A projeção cilíndrica de Mercator surgiu no século XVI, em um momento em que boa parte do mundo já era conhecida. Essa projeção é muito utilizada desde o período das navegações, tornando-se uma das mais conhecidas e inseridas em livros. 
 Os primeiros mapas-mundi possuíam uma visão eurocêntrica(evidenciavam a Europa, colocando-a no centro)e esse padrão é muito utilizado até os dias de hoje.

EXEMPLIFICANDO:
a.1) - Mercator, foi o primeiro a representava as distâncias corretas mas deformava as áreas dos continentes(conforme), Isto é, essa projeção é caracterizada como conforme (conserva os ângulos e as formas). Por ter um caráter expressamente eurocêntrico, recebeu forte crítica dos países subdesenvolvidos. 

A projeção cilíndrica de Mercator surgiu no século XVI, em um momento em que boa parte do mundo já era conhecida. Essa projeção é muito utilizada desde o período das navegações, tornando-se uma das mais conhecidas e inseridas em livros. 

Os primeiros mapas-mundi possuíam uma visão eurocêntrica(evidenciavam a Europa, colocando-a no centro)e esse padrão é muito utilizado até os dias de hoje.
Mas esse tipo de projeção presenta um problema de deformação do tamanho dos continentes, isto é, nesse tipo de projeção ocorrem distorção nas altas latitudes, como no caso da Groenlândia (ilha dinamarquesa) que possui uma área total da Groelândia: 2, 175 milhões de km2(aproximadamente), contudo apresenta no mapa uma área superior ao Brasil que possui mais de 8,547 milhões de Km2. Veja no mapa acima.

 
OBSERVAÇÃO:
Analisando o tamanho desses dois territórios no globo percebemos que Groelândia tem apenas 1/4 do território brasileiro. E isso quer dizer que se você dividir o território brasileiro em 4 partes iguais 1 parte corresponde  ao território da Groelândia.
No mapa, ocorre o contrário. Veja que o território da Groenlândia e bem maio que o do Brasil. Houve grande distorção da realidade, um aumento exagerado do território da Groenlândia em relação a realidade?
 
Por que que isso acontece? Veja a gravura abaixo:

 



OBSERVAÇÃO:
Analisando o tamanho desses dois territórios no globo percebemos que Groelândia tem apenas 1/4 do território brasileiro. E isso quer dizer que se você dividir o território brasileiro em 4 partes iguais 1 parte corresponde  ao território da Groelândia.

No mapa, ocorre o contrário. Veja que o território da Groenlândia e bem maio que o do Brasil. Houve grande distorção da realidade, um aumento exagerado do território da Groenlândia em relação a realidade?
 
Por que que isso acontece? Veja a gravura abaixo:



Isso ocorrer devido  todos os paralelos e meridianos serem projetados a partir do centro da esfera, o que distorce as imagens à medida que se aumenta a latitude. A 45º, a área representada passa a ter o dobro do seu tamanho real. A 75º de latitude, ela já é de 16 vezes maior que a realidade. Pois a imagem representada no mapa nas regiões polares, por exemplo, não é uma replica da realidade, mas de sua sombra, que já é distorcida.  
E o que é que isso nos indica:
- QUE NAS PROJEÇÕES DAS ÁREAS PRÓXIMAS AOS PÓLOS você  vai ter uma projeção maior do que o objeto isto é - DISTORÇÃO NA PROJEÇÃO DA REALIDADE.


b.2) - Peters criticou o eurocentrismo colocando o norte na parte inferior do mapa e privilegiando as áreas, o que distorceu as formas dos continente (equivalente).



OBSERVAÇÃO:
Peters buscou determinar uma projeção cilíndrica que desenvolvesse tamanho real à posição dos países subdesenvolvidos. Essa projeção é equivalente, conserva o tamanho proporcional correto, contudo as formas se encontram esticadas. Ou seja, conserva a proporcionalidade das áreas relativas entre os continentes, mas as formas são distorcidas, destacando-se o alongamento dos continentes. Essa projeção é também denominada de terceiro-mundista, por buscar quebrar a visão de superioridade das nações ricas do hemisfério norte. 


EQUIVALÊNCIA (mesma área)
• Conserva a relação entre as áreas da superfície real e do desenho.
• A área é mantida proporcional, porém a forma ou a fisionomia são alteradas.
• Caso da projeção de Peters.

OBSERVAÇÃO:

A projeção equivalente preserva o tamanho real da superfície representada, mas não mantém as formas, direções e ângulos, como é o caso da projeção de Peters.

O mapa-múndi de Peters valoriza os países subdesenvolvidos, colocando-os em destaque ao representá-los com os seus tamanhos proporcionais. Ele projeta em linguagem cartográfica a ideia de igualdade entre as nações.

O cartógrafo alemão Arno Peters (1916-2002) considerava que os mapas eram uma das manifestações simbólicas da submissão dos países do Terceiro Mundo.

Peters combateu a imagem de superioridade dos países do Norte representada nos planisférios derivados da projeção de Mercator. Seu pressuposto de que todos os países deveriam ser retratados no mapa-múndi de forma fiel a sua área, dá destaque os países subdesenvolvidos.

- Equidistantes (mantém as distâncias originais) 

EQUIDISTÂNCIA (mesma distância)
• Conserva inalterada a relação entre os comprimentos medidos em certas direções.
• Relação de comprimento dos paralelos e meridianos reais com aqueles desenhados nos mapas.
 b) A zimutais(Planas),  

 A
A

A Projeção azimutal consiste na projeção do globo sobre um plano imaginário. O plano da projeção  tangencia à esfera terrestre, em  um pólo, o que corresponde, a distribuição  dos paralelos em círculos concêntricos e os meridianoslinhas retas irradiam-se do pólo. Em outras palavras, o ponto de vista tomado acarreta-se na centralização de um dos polos terrestres na área de projeção dando origem a imagem da superfície terrestre projetada no papel. 

Por exemplo, na projeção azimutal do Pólo Sul, a Antártida localiza-se no centro do mapa. Este tipo de projeção mostra as áreas em suas reais proporções, mas esta técnica acarreta na deformação das verdadeiras formas dos continentes e países. 

Este tipo de projeção mostra ambos os hemisférios do planeta. Ela é também chamada de projeção equidistante (permite saber com precisão a distância em linha reta do centro a qualquer ponto da terra).

Esse tipo de projeção caracteriza-se por ser geopolítica, pois o centro da projeção (azimute) normalmente é o país ou região de destaque para o analista, possibilitando que essa área seja o centro da superfície (local de grande importância estratégica).
.

c) Cônicas:
                         

Quando um mapa é representado a partir de um cone. É muito utilizado para representar regiões de latitudes médias, como os EstadosUnidos ou o continente europeu.


IMPORTANTE:
Mais recentemente alguns autores como Mollweide e Robinson diminuíram as deformações das regiões polares,“diminuindo-as” nos mapas (formato de um elipsóide ou retangular com as bordas arredondadas).

Até a próxima!!
Veja a próxima aula!!!  Projeções Cartográfica II   !!! Vale a pena....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...