LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


11/06/2012

ASSUNTO: 2 REVOLUÇÃO INDUSTRIAL - O IMPERIALISMO E A FASE INDUSTRIAL OU CONCORRENCIAL DO CAPITALISMO


OLÁ pessoal!! TUDO BEM???
Hoje vamos falar sobre a SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
Então vamos lá!!!
A Segunda Revolução Industrial ocorrida, fundamentalmente, a partir da terceira década do século XIX, provocou profundas transformações no Sistema Capitalista de Produção.

Por quê?
Bem pessoal!!
A Segunda Revolução Industrial foi baseada no profundo avanço da Ciência Moderna e da Tecnologia da época e representou um aprimoramento técnico e científico da Primeira Revolução Industrial como:
- forte desenvolvimento tecnológico, principalmente elétrico, químico, siderúrgico;
Antes: o desenvolvimento da máquina a vapor, dos teares mecânicos (algodão), da mineração (carvão) e da metalurgia (ferro).
PRINCIPAIS MUDANÇAS
- utilização do petróleo e da energia elétrica como fonte de energia SUBSTITUINDO carvão mineral era a fonte de energia, isto é, combustível.
- Utilização da motor a combustão interna SUBISTITUINDO máquina a vapor

 O QUE FEZ SURGIR OUTROS TIPOS DE INDUSTRIAS, VEJA:
-  metalúrgicas, as siderúrgicas (na produção do aço) que movimentava outros tipos de industrias como a automobilística (através do moto de combustão interna) e do surgimento das industrias petrolíferas (que extraiam o petróleo do subsolo) e das petroquímicas (que industrializavam-no a partir da transformação do petróleo em gasolina, diesel e etc...) para atender a demanda da nova fornte de energia. OK
Antes: só tínhamos a indústria têxtil
OUTRA INOVAÇÃO FOI A:

- utilização do sistema de linha de produção dentro das fabricas que dividia ainda mais o trabalho dentro das industrias
Isto é, surgiu uma divisão do trabalho ainda mais acentuada, isto é = organização do trabalho dentro de uma unidade produtiva, como a indústria, em função da tecnologia empregada
Nesse aspecto organizacional da industria surgiram novos modelos de produção, destacando-se o fordismo e o taylorismo.
-No fordismo, ocorria a produção em série, na qual cada operário fazia uma tarefa simples na produção de uma mercadoria, havendo nítida divisão do trabalho. A esteira unia os operários, pois dela originava-se a mercadoria total ou completa. Aumenta-se a alienação, pois o operário não dominava mais o todo.
- No taylorismo, apareceu o modelo gerencial do trabalho, ocorrendo a divisão entre o fazer e o pensar, enfatizando a divisão técnica. Houve controle rígido sobre o processo de trabalho, valorizando-se o supervisor e o encarregado.
OUTRA CARACTERÍSTICA IMPORTANTÍSSIMA FOI QUE: 
- Ocorreu a formação de sociedades anônimas de trustes e cartéis;
Isto é, PELA CISÃO ENTRE PROPRIEDADE E ADMINISTRAÇÃO — nas antigas empresas patrimoniais, o dono ou os donos controlavam a administração da produção e gerenciamento de suas firmas. A crescente complexidade do capitalismo, com a implantação de enormes conglomerados, tornou necessária a criação das sociedades anônimas, apropriadas pelos detentores de ações. Nelas, os donos (acionistas) não mais administram e os quadros burocráticos administrativos não são proprietários, tendo com o capital da empresa um vínculo empregatício e salarial.
CONTEXTUALIZANDO:
A partir do final do século XIX iniciou-se  
EXEMPLIFICANDO:
O presidente e os diretores de empresas como a General Motors, a Volkswagen e a Mitsubishi, por exemplo, são, embora recebendo bons salários, meros empregados. Dentre os motivos da formação das sociedades anônimas está o fato de que, nelas, os acionistas não respondem com seu patrimônio, o que permite vôos empresarias de alto risco. Um bom exemplo disto foi a criação da empresa construtora do canal de Suez, que exigia enormes investimentos e oferecia graves riscos. Nenhuma capitalista, por mais próspero que fosse, estava disposto a arriscar seus bens em caso da falência da empreiteira que assumisse a edificação do canal. Vendidas ações no mercado financeiro, milhares e milhares de ingleses e franceses raciocinaram, que se o projeto tivesse êxito, ficariam ricos. Se ocorresse o contrário, perderiam somente os poucos francos e libras investidos nas ações. Uma conseqüência dessa separação entre a propriedade e a administração das empresas foi a emergência de uma “nova classe média”, não mais o pequeno proprietário, o profissional liberal e o funcionário público, mas um segmento social que possuía “saber especializado” para vender ao capital ( engenheiros, técnicos, executivos, etc ). O surgimento desse novo setor social, contrariando a profecia de Karl Marx de que ocorreria o desaparecimento das classes médias pela concentração de capital nas mãos de alguns e pela proletarização crescente da maioria da sociedade, foi um fator que impediu a revolução socialista na Europa Ocidental e nos Estados Unidos da América;

E
PELA INTEGRAÇÃO ENTRE AS INDÚSTRIAS E OS BANCOS — os capitalistas passaram a captar no sistema financeiro recursos para o incremento da produção e, ao mesmo tempo, investiam seus lucros nos mercados financeiros buscando a aceleração da acumulação de capital. Esta, agora, amplamente aumentada, possibilitaria o aparecimento de grandes fortunas, tais como os Morgan, Rockefeller, e os Rothschild, dentre outros;
E
PELO SURGIMENTO E A CONSOLIDAÇÃO DO CAPITALISMO OLIGOPOLISTA— Nasciam, no período, os oligopólios, ou seja, enormes conglomerados empresariais que dominam os diversos ramos da produção econômica e da oferta de serviços. Estes oligopólios se apresentam em três formas:“trusts”, “holdings” e os “cartéis”
Monopólio: ocorre quando uma empresa domina a oferta de um determinado produto ou serviço. Uma forma mais aprimorada de monopólio é o oligopólio, quando um grupo de empresas domina o mercado de um determinado produto ou serviço.
Podem-se citar as seguintes formas de oligopólio:
Cartel: formado por empresas independentes que fazem produtos semelhantes e têm acordos para dominar o mercado desses produtos;
Truste: empresas que abrem mão de sua independência legal e se unem para constituir uma única organização. Os trustes podem ser:
Horizontais, constituídos por empresas que trabalham com o mesmo ramo de produtos.
Verticais, formados por empresas que cuidam de todo o processo de produção: desde a matéria-prima até o produto acabado. Por exemplo, uma empresa que controla desde a plantação de cana-de-açúcar até a produção de açúcar e álcool;
Conglomerado: é constituído por empresas que diversificam sua produção para dominar a oferta de certos produtos ou serviços. Geralmente é dominada por um HOLDING.
HOLDING: é o estágio mais avançado do capitalismo. Num holding uma empresa, criada para administrar outras possui a maioria das ações. As grandes corporações usam essa forma de administração.
PRINCIPAL CONSEQUÊNCIA DISSO NO PLANO GEOPOLÍTICO FOI QUE:
- Os Estados Unidos e Alemanha despontaram como grandes potências mundial a partir do processo de industrialização em que passava o planeta. A Europa foi industrializada o que levou uma maior concorrência entre os países industrializados desse continente dentro e fora da Europa por novos mercados consumidores .
Como consequência da disputa de mercado consumidor houve uma corrida NEOCOLONIALISTA E O IMPERALISMO — o extraordinário aumento da produção, em razão de uma tecnologia crescentemente sofisticada, gerou excedentes que superavam a demanda dos mercados dos países ricos; além disso, os lucros dos capitalistas proporcionaram excedentes de capital que precisavam ser aplicados no setor de serviços dos países periféricos ao Continente Europeu. Também as nações hegemônicas se viam diante do desafio da explosão demográfica e necessitavam de áreas externas para a fixação de contingentes populacionais e, por fim, a indústria dos países centrais ainda precisava de matérias primas produzidas pelas áreas periféricas. Todas estas razões levaram à corrida imperialista em direção à Ásia e à África que consubstanciou a fase imperialista do capitalismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...